20/01/2022

Cofen, Coren-AM e Prefeitura de Manaus seguem cronograma de alinhamento para realização do curso sobre saúde reprodutiva no Amazonas

O Conselho Federal de Enfermagem e o Conselho Regional de

O Conselho Federal de Enfermagem e o Conselho Regional de Enfermagem do Amazonas, Cofen e Coren-AM, juntamente com representantes da Secretaria Municipal de Saúde, SEMSA Manaus, iniciaram nesta quarta-feira (19.01), mais uma fase de projeto “Consulta de Enfermagem Ginecológica, com Ênfase no Planejamento Sexual e Reprodutivo – PLANREP”.

Nesta fase, os representantes da Comissão Nacional de Saúde da Mulher do Cofen e também da Comissão de Saúde da Mulher do Coren-AM em parceria com a Semsa, visitam as unidades básicas de saúde que receberão as aulas práticas do curso. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) Theomário Pinto, no Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul, Desembargador Fábio do Couto Valle, que fica no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste, foram as primeiras a serem visitadas.

As atividades serão desenvolvidas numa carga horária de 130 horas em três etapas, sendo a primeira a formação didática, que vai acontecer on-line. Num segundo momento, a programação contemplará a simulação realística, na qual os profissionais trabalharão com manequins e na terceira etapa as aulas acontecerão nas unidades com as enfermeiras que trabalharão a consulta de enfermagem com preceptores qualificados e já treinados para esse exercício.

A enfermeira Gerda Coêlho, membro da Comissão de Saúde da Mulher do Coren-AM e também chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Semsa, enfatizou a importância deste projeto para a população amazonense. “ Temos certeza que os resultados serão bastante positivos. Ainda faremos a seleção dos profissionais que irão participar do curso. Eles serão agentes multiplicadores de informação, para que possamos reforçar a importância do planejamento sexual e reprodutivo para os nossos usuários”, acentuou.

Além do coordenador da Comissão de Saúde da Mulher, Herdy Alves, participaram da visita às UBSs, a médica Vera Bonazzi e a enfermeira Suellen Couto, que é presidente das Comissões do Conselho Regional de Enfermagem do Amazonas.

O coordenador nacional da Saúde da Mulher do Cofen, Herdy Alves, diz que é preciso qualificar o acesso às mulheres e homens para o cuidado à saúde reprodutiva. “É preciso compreender que esse é um projeto de formação que visa o aprimoramento dos enfermeiros e enfermeiras num trabalho interdisciplinar e não numa ação isolada, então a ideia é atuar em rede, fortalecer as relações para assim, reduzir esses indicadores. Nesse sentido, o trabalho coletivo no território da atenção primária é fundamental para garantir a qualidade e a segurança do cuidado de saúde, porque essas ações facilitam a ampliação dos serviços no território da rede de atenção, o que vai diminuir os indicadores”, explicou.




  • banner_anaiss1-e1349203955613-207x115