16/10/2020

Coren-AM, Cruz vermelha e FVS/AM se reúnem para acertar o “dia D” da campanha de testagem de Covid-19 aos profissionais de enfermagem e seus familiares.

Nesta sexta-feira (16), os representantes do Coren-AM, da Cruz Vermelha e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas FVS/AM, iniciara ...

Nesta sexta-feira (16), os representantes do Coren-AM, da Cruz Vermelha e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas FVS/AM, iniciaram os preparativos para campanha do “dia D” de testagem rápida para Covid-19 aos profissionais de enfermagem e seus familiares. O planejamento para execução da ação de testagem rápida também vai inclui capacitação aos profissionais de enfermagem (enfermeiros e técnicos) para atuação em procedimentos de testagens, com certificação da Cruz Vermelha, FVS-AM e Coren-AM.

De acordo com o representante da Cruz Vermelha, enfermeiro Glauber Menezes, explica que a enfermagem hoje é a maior massa de profissionais de saúde que está na linha de frente da pandemia e vulnerável a qualquer tipo de patologia, principalmente Covid-19. Por esse motivo e considerando a frente de atuação do Coren-AM no combate à pandemia e em defesa dos profissionais de enfermagem, resolveu procurar o Conselho para colaborar com as ações, disponibilizando duas mil máscaras PFF2, dois mil sabonetes, dois mil frascos de álcool 70% e mais mil testes rápidos para serem disponibilizados no dia da campanha.

Em seguida, o COREN-AM articulou com a Diretora-Presidente da FVS-AM, Dra. Rosemary Pinto, solicitando adesão para a iniciativa de testagem dos profissionais de enfermagem e seus familiares, assim com da disposição da estrutura e corpo técnico para acompanhar os procedimentos e realizar a capacitação profissional. Segundo o presidente do Coren-AM, Sandro André, essa é mais uma alternativa de atuação do Coren para levar efetivamente resultados na preservação da assistência de enfermagem pelos profissionais que ainda estão na linha de frente de combate à Covid-19. “Sabemos que a disponibilidade de testes pelo estado e municípios continua escassa. Mesmo cobrando, exigindo, precisamos gerar alternativas para atingir essa finalidade. Essa ação reforça um direito de o profissional de enfermagem ser testado, garantindo a preservação da assistência com redução de riscos a si próprio e ao paciente, sem falar da capacitação que amplia a possibilidade de atuação profissional nesse específico trabalho” finalizou o presidente.

A presidente da FVS, Rosemary Pinto, se prontificou em capacitar os voluntários que irão realizar a coleta. Pois é de interesse da FVS que tudo ocorra de maneira satisfatória para equipe que fornecerá os serviços e para população que irá receber. “Com uma equipe capacitada é mais fácil identificar cada fase do processo de infecção e histórico epidemiológico de cada paciente”. Segundo ela, o objetivo é encontrar pacientes sintomáticos e assintomáticos e isolar eles e os contatos imediatos, queremos interromper a cadeia de transmissão e a única forma de fazer isso é isolar quem tem sintomas e o contato próximo dessa pessoa e monitora-los imediatamente”, explicou Rosemary.

Vale ressaltar que, as ações fiscalizatórias e de combate à Covid-19 pelo Conselho de Enfermagem do Amazonas – COREN-AM ainda estão em vigor. Desde o início da pandemia, o Coren já realizou mais de 300 (trezentas) fiscalizações, tanto na capital quanto no interior, resultando em providências de afastamento da assistência para preservação da saúde e dos serviços de enfermagem daqueles profissionais que fazem parte do grupo de risco à Covid-19, bem como já disponibilizou mais de 20 mil EPIs aos profissionais de enfermagem.

A campanha da testagem rápida aos profissionais de enfermagem e seus familiares está prevista para acontecer na sede do Coren-AM, no dia 31 de outubro, a partir das 09h.


Fonte: Ascom\Coren-AM



  • banner_anaiss1-e1349203955613-207x115