24/08/2018

Coren participa de inspeção a Unidade Hospitalar de Saúde em Urucará

Em parceria com órgãos fiscalizadores o Conselho Regional de Enfermagem

Em parceria com órgãos fiscalizadores o Conselho Regional de Enfermagem – Coren-AM esteve com sua equipe de fiscalização nos dias 21 e 22 de agosto no município de Urucará atendendo a solicitação do Ministério Público para inspeção da Unidade Hospitalar do município.

Dentre as graves irregularidades a mais preocupante é o déficit de profissionais de enfermagem o que acarreta uma sobrecarga de trabalho aos enfermeiros e técnicos de enfermagem disponíveis e em números reduzidos. Situação que preocupa o Conselho que luta por uma categoria valorizada e reconhecida para que ofereça uma assistência de qualidade aos seus pacientes.

Outras situações inadequadas são: falta de ambulância, equipamentos e materiais de suporte à vida no centro cirúrgico, urgência, emergência e ambulância, como incubadoras; número insuficiente de médicos, ausência de farmacêutico e profissionais de nutrição; condições inadequadas de armazenamento de bolsas de sangue; falta de realização de exames pré-transfusionais; ausência de classificação de risco no atendimento de urgência e emergência; reaproveitamento de compressas cirúrgicas (material descartável); extintores de incêndio fora da validade; inexistência de manutenção preventiva de equipamentos médicos; defeito nos equipamentos da lavanderia hospitalar e uso de saneantes domésticos para a limpeza do hospital e roupa hospitalar.

Participaram da vistoria os Conselhos Regionais de Medicina, Odontologia Farmácia, Nutrição, além da Vigilância Sanitária.

O trabalho da equipe do Coren-AM, composta nessa ocasião pelo conselheiro Hítalo Paiva, fiscal Sabrina Teixeira e a responsável pelo Departamento de Registro e Cadastro, Claudia Reis se estendeu as unidades de saúde Ana Costa de Macedo, Dr. João Pereira de Lima, Oswaldo da Silva de Oliveira e o Centro de Saúde Judite Torres da Cunha. Nessas unidades foram encontradas irregularidades quanto a falta de Procedimento Operacional Padrão (POP), escala inadequada e falta de Responsáveis Técnicos (RT’s). Todo trabalho realizado pela fiscalização não tem o objetivo de punir, mas assegurar que os profissionais e a população sejam atendidos da melhor forma possível.

Os gerentes das unidades foram notificados e a Secretaria Municipal informada do que está acontecendo.

Os profissionais de Urucará participaram de palestra sobre o novo Código de Ética da Enfermagem com o conselheiro Hítalo Paiva, além de poder se regularizar junto ao Conselho com os serviços oferecidos pelo DRC totalizando 37 procedimentos.

O Coren-AM tem o compromisso de visitar todos os 62 municípios do Estado tendo em vista a aproximação com os profissionais, fiscalizar o exercício da profissão, oferecer cursos, palestras e tudo o que possa contribuir para uma enfermagem de qualidade para o interior do Amazonas.

FONTE: Ascom/Coren-AM




  • BannerLateralEdimensionamento-207x117
  • banner_anaiss1-e1349203955613-207x115